Ajuda na carreira a seguir

Mozart Dionísio Lisboa
Mensagens: 371
Registrado em: Sex 07 Set 2007, 17:32
Localização: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por Mozart Dionísio Lisboa » Dom 05 Out 2008, 21:24

Olá a todos!
Resolvo expor-lhes um problema meu com relação a escolha de carreira profissional.

Eu gostaria de estudar violão erudito para tornar-me professor ou concertista (eu nem sei... :roll: ) e fazer especializações no futuro, mas nem posso. Fui num dia desta semana no Conservatório Brasileiro de Música, aqui no Centro do Rio de Janeiro, para saber sobre os cursos de lá; felizmente tinha violão erudito. Fui conhecer e conversar um pouco com o professor. Era um senhor chamado Juarez, muito boa gente. Conversamos sobre o mercado de trabalho, sobre aptidão, vícios de posição e etc. Ele me pediu que tocasse duas peças lá pra ele. Foi a primeira vez que toquei num violão de luthier e com o equipamento pra apoiar a perna esquerda! Foi muito legal; e o melhor de tudo é que ele gostou; disse-me que tinha musicalidade e que estava bem para que está aprendendo sem professor. Disse-me para investir em música e que seria muito mal engenheiro... (eu também acho, pois lá no curso técnico que faço, o técnico em edificações, da área da construção civil, sou um dos piores...) Fiquei muito feliz! Mas infelizmente, não posso estudar música. :evil:

Meu pai sempre me diz que música não dá dinheiro, que estudaria à toa e não conseguiria me sustentar; porque queria estudar violão (que ele sempre diz que é muito concorrido) e que estudaria para tocar música erudita (que basicamente não tem público, segundo ele). Daí disse para estudar algo que me desse maior chances de conseguir emprego, para depois de bem empregado estudar música, usar a música como um hobby. Fui-me a construção civil atrás de cálculos por gostar de matemática (que ultimamente não me tem sido das disciplinas preferidas na escola) e ele me apoiou. Actualmente, sinto-me um tanto dividido por que, de uma forma ou outra, acabei por gostar um pouco da construção civil, por fazer o curso técnico em edificações, e tenho dúvida entre engenharia civil e arquitectura, se for seguir a carreira na construção civil. Meu pai prefere que eu faça primeiro engenharia e depois arquitectura, por ter um mercado mais gratificante... O professor Juarez do Conservatório diz que eu devo ser bom no que faço; que não adiantaria nada não estudar música e ser mal engenheiro ou arquitecto. Seria isto pior, porque não estudei o que queria e ainda estaria de mal situação de qualquer maneira... Meu professor de matemática da escola disse para fazer o que eu mais gostasse e deu-me até o exemplo do sr. arquitecto Oscar Niemeyer, que o pai não lhe apoiava em ser arquitecto, dizia que não dava dinheiro, dizia que ele deveria ser médico. Oscar ignorou e seguiu a arquitectura e hoje é um dos maiores arquitectos do mundo!

Uns me dizem que devo ser músico, fazer o que gosto. Outros dizem para eu tomar a música apenas por hobby e investir em outras áreas. Entendo que meu pai me quer recomendar o que acha melhor para mim, mas também quero estudar o que eu acho melhor para mim.

Pessoal, o que eu faço??

Peço a vossa ajuda porque o tempo nestas horas infelizmente não nos é um aliado. Também tenho medo de ficar nesta indecisão e não fazer nenhuma das duas...
Ajudem-me por favor...

Desde já, muito obrigado pelos seus conselhos!

MARCOLEAL

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por MARCOLEAL » Dom 05 Out 2008, 23:06

Ola Mozart tudo :okok: ?? Olha isto tudo é algo muito pessoal... sao decisoes que vao alterar a tua vida,para melhor ... para pior... na verdade ninguem sabe, nao é verdade ?? Lembrando o velho Segovia «prefiro errar sozinho» :lol: . Tambem nao disseste que idade tens,pois se calhar ainda consegues as duas coisa,e porque nao? lembro-te que há muita boa gente a estudar com 30,40 ,50 anos e qual é o problema ? Eu mesmo te posso dizer que comecei a estudar no conservatorio com 31 anos , verdade que nao é o ideal mas a vida nao é facil como sabes e por vezes temos que comer o que nos aparece que foi o meu caso... Agora tu nao precisas de pensar o que vou escolher mas sim o que é que eu vou fazer primeiro.Acima de tudo acho que deves ouvir opinioes e tal mas na hora de escolher escolhe com o coraçao, para depois ao enfrentares as dificuldades da vida (que há em tudo ) nao penses se tivesse... :okok:

diviajar
Mensagens: 45
Registrado em: Sáb 28 Jun 2008, 17:14
Localização: Bélgica, mas não sou belga

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por diviajar » Seg 06 Out 2008, 00:08

Mozart:

se depender do nome, você já começou bem :D .

Meu coração tem vontade de gritar: MÚSICA, MÚSICA, MÚSICA!!!!!!!!!
Porque nada é mais sublime, nada é mais bonito.


Mas olha, eu acho que o teu pai tem razão num ponto. Porque o mundo está em crise e só vai piorar, e se você não fizer um curso que
te ajude a te sustentar no futuro, talvez faça música e tenha que arrumar um emprego (que no caso, sem diploma, risca de
não apresentar boas condições de trabalho/salário/satisfação pessoal) para botar comida no prato.

A verdade é que poucos são os músicos que conseguem viver de música. Muitos vivem de bico.

Isso dito, se você tem talento, muito talento, então deve usá-lo.

Eu acho que para você tomar a boa decisão, deve pensar primeiro em quem você é. Que tipo de pessoa você é, e que
coisas quer da vida. Seja honesto consigo mesmo e realista. Música só é suficiente? Você é materialista? Tem gostos
caros? É apegado a dinheiro e bens materiais? Seja honesto consigo mesmo (ninguém vai ler tua mente, né?).

Boa sorte com esta decisão dificílima.

Cajunho
Mensagens: 70
Registrado em: Qui 29 Mai 2008, 16:41

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por Cajunho » Seg 06 Out 2008, 01:03

Bom... que é que se vai dizer?

Se é pelo dinheiro, um mal engenheiro também ganha mal. E agora vem esse ensino obrigatório de música, que vai ser de alguma valia para quem escolheu a carreira musical.

Mas em fim, PENSE BEM, que a decisão é sempre sua.

Mozart Dionísio Lisboa
Mensagens: 371
Registrado em: Sex 07 Set 2007, 17:32
Localização: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por Mozart Dionísio Lisboa » Sáb 18 Out 2008, 01:42

MARCOLEAL escreveu:Ola Mozart tudo :okok: ?? Olha isto tudo é algo muito pessoal... sao decisoes que vao alterar a tua vida,para melhor ... para pior... na verdade ninguem sabe, nao é verdade ?? Lembrando o velho Segovia «prefiro errar sozinho» :lol: . Tambem nao disseste que idade tens,pois se calhar ainda consegues as duas coisa,e porque nao? lembro-te que há muita boa gente a estudar com 30,40 ,50 anos e qual é o problema ? Eu mesmo te posso dizer que comecei a estudar no conservatorio com 31 anos , verdade que nao é o ideal mas a vida nao é facil como sabes e por vezes temos que comer o que nos aparece que foi o meu caso... Agora tu nao precisas de pensar o que vou escolher mas sim o que é que eu vou fazer primeiro.Acima de tudo acho que deves ouvir opinioes e tal mas na hora de escolher escolhe com o coraçao, para depois ao enfrentares as dificuldades da vida (que há em tudo ) nao penses se tivesse... :okok:
Olá!
É mesmo, eu não falei, mas tenho 16 anos e faço 17 no dia 6 de dezembro. Já ouvi muitas opiniões, e umas dizem " você deve seguir o que estiver no coração"; outros dizem "esqueça música como profissão: estude engenharia civil ou arquitetura e faça da música um hobby"; e outros falam "faça primeiro engenharia civil ou arquitectura, para depois de conseguir se garantir um pouco, investir em música"; por isso fico em dúvida. Noutra vez, fui falar a uma flautista duma apresentação que fui, para me dar conselhos e etc. Ela disse que poderia até ser engenheiro ou arquitecto e músico ao mesmo tempo. Fiquei meio espantado com o que ela me falou (escrevo engenheiro ou arquitecto porque nem também tenho dúvida sobre essas duas profissões também. Mas digo isso não porque me seja das preferidas, que minha preferida é músico, mas tenho dúvida em ser concertista ou professor... :lol: quantas dúvidas!!!). Disse-me até que um dos cantores que ela disse que poderia considerar dos melhores do Brasil, era dentista e cantor. :?
Sei lá, ainda fico em dúvida. O que não posso é deixar esta dúvida me atrasar, de modo a não estudar nenhuma profissão por causa disto.
Mesmo assim, obrigado, Marco!

diviajar escreveu:Mozart:

se depender do nome, você já começou bem :D .

Meu coração tem vontade de gritar: MÚSICA, MÚSICA, MÚSICA!!!!!!!!!
Porque nada é mais sublime, nada é mais bonito.


Mas olha, eu acho que o teu pai tem razão num ponto. Porque o mundo está em crise e só vai piorar, e se você não fizer um curso que
te ajude a te sustentar no futuro, talvez faça música e tenha que arrumar um emprego (que no caso, sem diploma, risca de
não apresentar boas condições de trabalho/salário/satisfação pessoal) para botar comida no prato.

A verdade é que poucos são os músicos que conseguem viver de música. Muitos vivem de bico.

Isso dito, se você tem talento, muito talento, então deve usá-lo.

Eu acho que para você tomar a boa decisão, deve pensar primeiro em quem você é. Que tipo de pessoa você é, e que
coisas quer da vida. Seja honesto consigo mesmo e realista. Música só é suficiente? Você é materialista? Tem gostos
caros? É apegado a dinheiro e bens materiais? Seja honesto consigo mesmo (ninguém vai ler tua mente, né?).

Boa sorte com esta decisão dificílima.
Olá!
De Mozart só tenho o nome mesmo... Do jeito que sou uma grande porcaria na música. Sinto até uma responsabilidade de ter esse nome, mas gosto muito, porque é europeu! hahaha Mas também gosto porque foi o sobrenome com que ficou conhecido um grande compositor do período clássico.
Materialista de qual ponto? De gostos caros, acho que tenho sim, porque quando estiver trabalhando quero ter dinheiro para poder tirar férias regularmente viajando a Europa, Canadá, etc (tentando evitar os EUA)... Também quero morar em lugares meio caros daqui do Rio de Janeiro, mas quando paro para ver quanto dinheiro isso custará, até me espanto e nem sei se chego a conseguir isso tudo!
Valeu! Tchau! :bye:

Cajunho escreveu:Bom... que é que se vai dizer?

Se é pelo dinheiro, um mal engenheiro também ganha mal. E agora vem esse ensino obrigatório de música, que vai ser de alguma valia para quem escolheu a carreira musical.

Mas em fim, PENSE BEM, que a decisão é sempre sua.
Esse é um grande medo meu: ser um mal profissional e disperdiçar tempo onde podia ter estudado música. Lá no curso técnico, com alguns trabalhos que a gente faz, algumas plantas, chega até a me motivar muito e dá vontade de fazer os dois. A verdade é que sou um indeciso, por que nem cheguei também a comentar as vontades de estudar Filologia (estudo da história de uma língua, no caso, a língua portuguesa), linguística(estudo das línguas de modo geral), um pouco de vontade para a história, musicologia, física e aprender algumas línguas (alemão, francês, italiano e uma curiosidade sobre o latim)... Eu estou confuso! :? Muito confuso!
Mas obrigado, Cajunho!






Muito obrigado a todos que responderam!
Espero mais ajudas de outros utilizadores do fórum também, lembrando o Léo Beschizza, que é engenheiro.
Tchau! :bye:

Jos
Mensagens: 55
Registrado em: Sáb 10 Mai 2008, 23:04
Localização: Ribeirão Preto/SP

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por Jos » Dom 19 Out 2008, 15:48

Meu caro amigo, todo mundo na sua idade quer ter tudo isso que você mencionou acima, mas..., cuide bem do presente que o amanhã será bem melhor. Eu nunca sonhei ter muita coisa, a única coisa que queria ter e fazia questão que fosse o melhor era um violão e hoje tenho. Hoje olho a minha volta e vejo que conquistei muita coisa que viveria muito bem sem elas. Não estou dizendo que não é bom ter tudo isso, o que quero dizer é que quem não nasce em "berço de ouro" tem que batalhar duro, as vezes enfrentar situações desanimantes e isso é muito bom no processo de crescimento do "ser". Você tem uma vida pela frente e talvez um dia no futuro irá me escrever dizendo que conquistou tudo aquilo que sonhou. Precisamos ser um pouco utópicos. Não se esqueça que "utopia", ao contrário do que muita gente diz, não é uma fantasia, mas sim, um sonho que pode tornar-se realidade um dia. Então meu amigo, sonhe, sonhe muito, pois o sonho é força que nos motiva a caminhar em frente rumo às nossas realizações. Ah...estude, estude muito e não se afaste do violão.
Abraço.
Jos

diviajar
Mensagens: 45
Registrado em: Sáb 28 Jun 2008, 17:14
Localização: Bélgica, mas não sou belga

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por diviajar » Dom 19 Out 2008, 21:59

olá.

Este negócio de sonho... não sei, não. Claro que é importante sonhar, mas devo dizer que as pessoas à minha volta que estão sempre insatisfeitas são os sonhadores sem pé no chão. A verdade é que nem todo sonho pode ser realizado, outros podem, sim, mas são tão difíceis de realizar que é melhor decidir-se cedo se quer-se fazer todos os sacrificios que a realização daquele sonho exige.

Eu sou uma pessoa feliz, muito feliz, e acho que devo isso ao fato de sempre ter "controlado" estes sonhos, gerado o problema, quero dizer. Nunca me perdi em sonho impossível. Tenho um irmão que vive sonhando com coisas muito complicadas e isso o faz infeliz. Ele nem percebe, mas são os sonhos de mais que atrapalham. Explico: a pessoa compra um apto. Eu penso: que maravilha! Casa própria! Acabou essa coisa de pagar aluguel! Seu próprio espaço! Vamos comemorar! O outro pensa: é, tá legalzinho, para começar, mas bacana mesmo vai ser quando comprar aquele apartamentaço na Vieira Souto...

Entendeu? Esse "mas" bota uma sombra embaixo do nosso sol.

Hoje eu tenho uma casa bonita, grande, com sala de dança e tudo. Mas não esperei essa casa para ficar feliz. Quando comprei meu primeiro apartamentinho, quarto e sala, já estava feliz e satisfeita. Não vivia fazendo plano: ha, se Deus quiser, daqui há 10 anos troco. Não. Curti meu quarto e sala.

Sonhar, sim, claro, mas cuidado para não sonhar muito alto e viver insatisfeito com aquilo que tem.

Você é jovem e pode realizar MUITA COISA! Sucesso.

Mac

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por Mac » Ter 21 Out 2008, 21:17

Meu amigo, infelizmente a música não é das carreiras de melhor remuneração. Mas que dá para se sustentar razoavelmente, isso dá. Está aí o professor Juarez, de quem já fui aluno e com quem mantenho uma excelente relação de amizade, para comprovar. O caminho natural é ser professor ou instrumentista (atuando em gravação de discos com artistas e bandas). Ser artista (compositor, concertista) é um caminho bastante difícil de vencer. Realmente não há muito público e nem patrocínio para peças eruditas, e ainda mais se tratando de violão. Eu acho que, na sua idade, se você ainda não tem que trabalhar, dá para fazer as duas coisas com facilidade. Você pode ser um engenheiro ou arquiteto, e também estudar música.

Anjosé Barros
Mensagens: 75
Registrado em: Dom 26 Ago 2007, 06:58
Localização: Floriano - Piauí - Brasil

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por Anjosé Barros » Qui 23 Out 2008, 15:09

mozart,
Isto é muito pessoal, mas gostaria de te ajudar a clarear idéias, humildemente e tão somente. :pace:

Na vida não se busca apenas por vocação! Tem a necessidade de sobrevivência, ou seja, adquirir condições para se manter (moradia, alimentação, auto sustentação, que só se consegue com condições financeiras). Só para justificar isto, veja só o Tárrega era funcionário público, o Guinga é Odontólogo, o Gilberto Gil é Administrador de Empresas, modéstia à parte, sou Bacharel em Administração e funcionário público federal, no momento estou estudando para concurso da Polícia Federal brasileira, nem por isso deixo de me dedicar à música, ao violão. :cafe:

Você consegue! Defina sua agenda diária, semanal, mensal, anual e vamos à luta!!! :war:

Pense grande, ame-se, na palavra sagrada dos cristãos, (desculpe, não sei se você é cristão), está escrito -"nem só de pão viverá o homem mas de toda palavra que sai da boca de Deus," e "Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus".

Não é loucura, considere-se um eterno estudante e,com isso, cada nova empreitada a estudar ou deixar de estudar é apenas uma disciplina escolar a mais ou a menos.

Aí é só alegria :mouton: :okok:, a decisão é sua.

Stefano
Mensagens: 118
Registrado em: Qui 28 Dez 2006, 18:05
Localização: Nanuque-MG

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por Stefano » Sex 24 Out 2008, 19:23

Meu caro Mozart, não entendo o porquê de sua preocupação agora, estude os dois a principio, acho q as aulas no conservatorio não vão te atrapalhar na engenharia, se vc for estudar pra ser concertista tem um loooooooooooongo caminho de estudos pela frente, estou falando de varios anos de ralação , e nesse tempo vc vai precisar sobreviver com algum dinheiro não e verdade? tenha uma profissao; estude engenharia, eu sou funcionario publico, faço faculdade de historia ,estudo violão com professor particular e no conservatorio, e consigo desenvolver todas essas atividades sem problema algum, talvez no futuro eu ganhe dinheiro com violão, talvez não, mas enquanto isso tenho minha grana; No futuro ainda um pouco distante pra vc a vida lhe abrira as portas de uma das profissoes, e vc sabera escolher na hora certa. por enquanto estude sem compromisso de ganhar dinheiro , tente conciliar os dois, existem inumeros musicos q tem duas profissoes.. valeu

Mozart Dionísio Lisboa
Mensagens: 371
Registrado em: Sex 07 Set 2007, 17:32
Localização: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por Mozart Dionísio Lisboa » Dom 26 Out 2008, 05:05

Ólá!! Vocês são dez! Já vou abrindo meu post agradecendo pelas respostas. Mas se alguém mais ainda quiser comentar, por favor fique à vontade... :lol:
Jos escreveu:Meu caro amigo, todo mundo na sua idade quer ter tudo isso que você mencionou acima, mas..., cuide bem do presente que o amanhã será bem melhor. Eu nunca sonhei ter muita coisa, a única coisa que queria ter e fazia questão que fosse o melhor era um violão e hoje tenho. Hoje olho a minha volta e vejo que conquistei muita coisa que viveria muito bem sem elas. Não estou dizendo que não é bom ter tudo isso, o que quero dizer é que quem não nasce em "berço de ouro" tem que batalhar duro, as vezes enfrentar situações desanimantes e isso é muito bom no processo de crescimento do "ser". Você tem uma vida pela frente e talvez um dia no futuro irá me escrever dizendo que conquistou tudo aquilo que sonhou. Precisamos ser um pouco utópicos. Não se esqueça que "utopia", ao contrário do que muita gente diz, não é uma fantasia, mas sim, um sonho que pode tornar-se realidade um dia. Então meu amigo, sonhe, sonhe muito, pois o sonho é força que nos motiva a caminhar em frente rumo às nossas realizações. Ah...estude, estude muito e não se afaste do violão.
Abraço.
Jos
Olá, Jos!
Obrigadão por ter comentado. Muito obrigado! Gosto de sonhar sim, e às vezes me espanto com os meus sonhos de querer cada coisa. Meu pai sempre me diz que o dia em que paramos de sonhar morremos por dentro.
Acho que tenho gostos caros mesmo, pois já de começo quero morar numa área nobre do Rio, onde tudo tem o preço muito alto. Só não sei como eu farei pra conseguir isso. É... sou fresco mesmo! hhahaha
Valeu!
diviajar escreveu:olá.

Este negócio de sonho... não sei, não. Claro que é importante sonhar, mas devo dizer que as pessoas à minha volta que estão sempre insatisfeitas são os sonhadores sem pé no chão. A verdade é que nem todo sonho pode ser realizado, outros podem, sim, mas são tão difíceis de realizar que é melhor decidir-se cedo se quer-se fazer todos os sacrificios que a realização daquele sonho exige.

Eu sou uma pessoa feliz, muito feliz, e acho que devo isso ao fato de sempre ter "controlado" estes sonhos, gerado o problema, quero dizer. Nunca me perdi em sonho impossível. Tenho um irmão que vive sonhando com coisas muito complicadas e isso o faz infeliz. Ele nem percebe, mas são os sonhos de mais que atrapalham. Explico: a pessoa compra um apto. Eu penso: que maravilha! Casa própria! Acabou essa coisa de pagar aluguel! Seu próprio espaço! Vamos comemorar! O outro pensa: é, tá legalzinho, para começar, mas bacana mesmo vai ser quando comprar aquele apartamentaço na Vieira Souto...

Entendeu? Esse "mas" bota uma sombra embaixo do nosso sol.

Hoje eu tenho uma casa bonita, grande, com sala de dança e tudo. Mas não esperei essa casa para ficar feliz. Quando comprei meu primeiro apartamentinho, quarto e sala, já estava feliz e satisfeita. Não vivia fazendo plano: ha, se Deus quiser, daqui há 10 anos troco. Não. Curti meu quarto e sala.

Sonhar, sim, claro, mas cuidado para não sonhar muito alto e viver insatisfeito com aquilo que tem.

Você é jovem e pode realizar MUITA COISA! Sucesso.
Valeu mais uma vez por comentar, diviajar! Entendo que também não posso viver sempre insatisfeito com o que tenho, afinal, deve ser muito bom ver algo que você conquistou com bastante esforço.
Valeu!
Mac escreveu:Meu amigo, infelizmente a música não é das carreiras de melhor remuneração. Mas que dá para se sustentar razoavelmente, isso dá. Está aí o professor Juarez, de quem já fui aluno e com quem mantenho uma excelente relação de amizade, para comprovar. O caminho natural é ser professor ou instrumentista (atuando em gravação de discos com artistas e bandas). Ser artista (compositor, concertista) é um caminho bastante difícil de vencer. Realmente não há muito público e nem patrocínio para peças eruditas, e ainda mais se tratando de violão. Eu acho que, na sua idade, se você ainda não tem que trabalhar, dá para fazer as duas coisas com facilidade. Você pode ser um engenheiro ou arquiteto, e também estudar música.
Olá, Mac!
Muito obrigado por comentar. A carreira de músico, como já falei, o meu pai não gosta que eu siga por isso mesmo, pela remuneração baixa. Mas tem umas horas que eu penso "caraca (infelizmente ainda falo muita gíria, eu acho), acho que isso não vai dar certo...". Mas depois me volta um otimismo e penso que posso me dar bem, afinal até gostei um pouco dessas áreas (engenharia civil e arquitetura). Mas hem, como você conhece o Juarez? Despertou-me cá uma curiosidade.
Valeu!
Anjosé Barros escreveu:mozart,
Isto é muito pessoal, mas gostaria de te ajudar a clarear idéias, humildemente e tão somente. :pace:

Na vida não se busca apenas por vocação! Tem a necessidade de sobrevivência, ou seja, adquirir condições para se manter (moradia, alimentação, auto sustentação, que só se consegue com condições financeiras). Só para justificar isto, veja só o Tárrega era funcionário público, o Guinga é Odontólogo, o Gilberto Gil é Administrador de Empresas, modéstia à parte, sou Bacharel em Administração e funcionário público federal, no momento estou estudando para concurso da Polícia Federal brasileira, nem por isso deixo de me dedicar à música, ao violão. :cafe:

Você consegue! Defina sua agenda diária, semanal, mensal, anual e vamos à luta!!! :war:

Pense grande, ame-se, na palavra sagrada dos cristãos, (desculpe, não sei se você é cristão), está escrito -"nem só de pão viverá o homem mas de toda palavra que sai da boca de Deus," e "Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus".

Não é loucura, considere-se um eterno estudante e,com isso, cada nova empreitada a estudar ou deixar de estudar é apenas uma disciplina escolar a mais ou a menos.

Aí é só alegria :mouton: :okok:, a decisão é sua.
Olá, Anjosé!
Senti um otimismo na sua mensagem e nem sabia que o Tarrega era funcionário público, etc... Se foi difícil para eles, acredito que não será mais fácil pra mim. Gostei de sua frase: "Na vida não se busca apenas por vocação!". Servir-me-á bastante.
Valeu!
Stefano escreveu:Meu caro Mozart, não entendo o porquê de sua preocupação agora, estude os dois a principio, acho q as aulas no conservatorio não vão te atrapalhar na engenharia, se vc for estudar pra ser concertista tem um loooooooooooongo caminho de estudos pela frente, estou falando de varios anos de ralação , e nesse tempo vc vai precisar sobreviver com algum dinheiro não e verdade? tenha uma profissao; estude engenharia, eu sou funcionario publico, faço faculdade de historia ,estudo violão com professor particular e no conservatorio, e consigo desenvolver todas essas atividades sem problema algum, talvez no futuro eu ganhe dinheiro com violão, talvez não, mas enquanto isso tenho minha grana; No futuro ainda um pouco distante pra vc a vida lhe abrira as portas de uma das profissoes, e vc sabera escolher na hora certa. por enquanto estude sem compromisso de ganhar dinheiro , tente conciliar os dois, existem inumeros musicos q tem duas profissoes.. valeu
Olá, Stefano!
Não sabia que o caminho para concertista era assim tão árduo, mas imagino que sim. São anos de preparação, estudos! Valeu e sucesso!




Mas, pessoal, esta última mensagem do Stefano me deu uma dúvida: se for para ter uma profissão por fora, como base, é melhor estudar engenharia depois música ou estudar os dois simultaneamente? O que acham?
Desde já, muito obrigado pelos comentários, pelas opiniões! Vocês são 10000000000(...)00000000000!!!

:bye:

diviajar
Mensagens: 45
Registrado em: Sáb 28 Jun 2008, 17:14
Localização: Bélgica, mas não sou belga

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por diviajar » Dom 26 Out 2008, 07:47

Mozart:

eu continuaria com o violão como você vem fazendo, e faria engenharia (se foi isso que você escolheu) por um ano, ou por um semestre, para ver se você está relaxado no curso, ou estressado todo tempo (problemas com as matérias). Se você vir que consegue seguir o curso de engenharia sem maiores angústias, aí você já começaria música.

Eu digo isso por medo de que, já do início, por falta de tempo, você faça mal os dois e pense que o problema é você (teu cérebro), sem perceber que o problema é só por falta de tempo, tudo acumulando e você só correndo atrás.

Você pode sempre começar os dois e parar um depois, mas isso poderia te traumatizar (oh, como eu sou dramática!! :grire: :oops: : mulheres!!!).

Veja bem, eu não pararia o violão, não. Continuaria sozinho, fazendo umas aulas particulares quando pudesse pagar. Você poderia até conversar com aquele professor do conservatório o qual citou, e pedir uma orientação sobre a maneira de estudar durante estes seis meses (ou um ano) de espera.

___________________________________
Isso tudo é só a nossa opinião, com o intuito de ajudar. Você é a pessoa que se conhece melhor, e é livre, e jovem. A vida está começando para você, e o futuro é TEU!!!!! :bye:
____________________________________________

renan
Mensagens: 243
Registrado em: Qua 10 Mai 2006, 05:01

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por renan » Dom 26 Out 2008, 17:05

Normal na tua idade ter tantas dúvidas. Eu tenho 20 e ainda ñ sei o que fazer. De inicio queria muito fazer música, sentia-me feliz e, sinceramente, saberia que iria conseguir; entretanto a minha família me atrapalhou mt. Eu disse que queria ser professor de música, e aqui onde moro ganharia R$ 2300,00 por mês. Porém eles queriam que eu terminasse o meu curso de licenciatura em matemática para ganhar os mesmos R$ 2300,00 por mês. Esquesito, não?

O que digo é que tudo tem o seu preço. Tens que pensar no preço que tu vais ter que pagar ao optar por umas das áreas. Sempre terá os prós e os contras. Olhe para os contras e decida qual você estará determinado a passar. Eu, por exemplo, apesar de gostar de matemática, o "preço" exigido de mim, eu não estou disposto a pagar, tanto que irei tentar fazer Direito agora.

Ademais é possivel, pelo menos no início, tu conciliares as duas áreas. O problema que, como eu disse, tudo tem o seu "preço". Para se dedicar satisfatoriamente a ambos os cursos, terá que deixar de lado outras coisas. Dexar de sair se gostas, diminuir o tempo no computador, dentre outras coisas. Falo isso por experiência própria.

PS: Não faça o que eu fiz. Devido a uns problemas familiares eu fiquei quase 1 ano se estudar. Agora estou voltanto, mas com mts dificuldades.

Lembre-se, pegue no violão todos os dias. Se só for possivel 30 min ou 1 hora, pegue, exercite, pelo menos a parte técnica, mas estude. Um violonista mt famoso de 81 anos daqui da minha cidade, estuda todos os dias. Sinto-me envergonhado por ter 20 e não fazer isso hj em dia.

OBS: Se tens talento, mesmo que vá para engenharia, continue estudando. Esse mesmo violonista que falei acima, conciliou duas áreas distintas tb. Uma professora de teoria que me deu aula, fez isso tb e depois optou pela música. Pretendo fazer o mesmo, assim temos um espécie de "seguro". Qualquer coisa, só perguntar.

Mac

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por Mac » Seg 27 Out 2008, 02:43

OI Mozart
Conheço o Juarez há muito tempo. Já não me recordo mais exatamente como o conheci, mas com certeza foi através do Conservatório Brasileiro de Música do RJ. Acho que foi por volta de 1985. Fui aluno dele por algum tempo, mas não foi no Conservatório e sim em outros cursos que ele dava. Grande professor. Utiliza o método do Tárrega ("Escuela Razonada"), mas adota tambem trabalhos de outros autores. Abraços

alexandreas
Mensagens: 37
Registrado em: Dom 31 Ago 2008, 01:35

Re: Ajuda na carreira a seguir

Mensagem por alexandreas » Seg 27 Out 2008, 22:50

Mozart,
Decisões não são faceis, e escolhas são dolorosa, mas o tempo nos chama a trilhar caminhos, então tome a tua direção e se necessário altere o caminho um pouco e um pouco mais a frente...

[]'s
Alexandre